Universidade, EAD e Software Livre – movimento

Dois dias de evento e o mês de novembro aponta para um dos maiores UEADSLs de todos, não só pello número crescente de visitantes, que já ultrapassa mil e setecentos, mas pela qualidade dessa participação, com 385 comentários publicados desde a liberação dos artigos na sexta passada. Ou seja, fazendo uma metáfora de evento presencial, cada trabalho, dentre os 56 distribuídos na grade, teve um público de 140 pessoas, com 7 perguntas no final. E, vale citar, a analogia ainda nos permite saber de um fato bem curioso para um congresso nacional: 10% do público veio dos Estados Unidos.

Acessos até 29/11 às 5h;

O artigo mais acessado de terça foi o artigo sobre o lançamento do livro: “Memórias de letramentos: vozes do campo”. Já o artigo mais comentado, aborda os traços barrocos na arquitetura do centro histórico de Diamantina. O trabalho de Maurício Teixeira Mendes tem suscitado muitos comentários sobre a arte barroca em diversas cidades mineiras.

Se você deseja saber mais sobre o evento, acompanhe as notícias publicadas pelo CAED, tais como Manifesto em defesa do ensino superior público e gratuito marca abertura do UEaDSL 2017/2 (publicada em 27/11) e Com edição marcada para próxima semana, UEaDSL tem organização complexa feita por voluntários (23 de novembro).

A partir de hoje está aberta a votação para menção honrosa. O prêmio, concedido aos melhores trabalhos pela Comissão Científica, também é concedido ao melhor trabalho escolhido pelo público. Participe!

Ana e Marcela

http://www.acris.pro.br

Publicado em Acesso Aberto, Ciência Aberta, Ciência Cidadã, Dados abertos, Educação aberta, Education, Encontros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*